menu
Porto Velho - RO, 18 de agosto de 2017 | Whatsapp: 69 9211-5996
O Cristão Rondoniense
Porto Velho - RO
ARIQUEMES
CIDADES
CIDADES
ARIQUEMES
Postada em 16/12/2016 ás 10h58 - atualizada em 16/12/2016 ás 10h58
Ariquemes é sede neste sábado da 3ª Rodada de Negócios do Tambaqui com a meta de ampliar em 30% o mercado do peixe em Rondônia
Além da busca pelo tambaqui, os empresários também se interessarem pela transferência de tecnologia, a exemplo do melhoramento genético.
Ariquemes é sede neste sábado da 3ª Rodada de Negócios do Tambaqui com a meta de ampliar em 30% o mercado do peixe em Rondônia

Das 8h às 17h deste sábado (17) acontece em Ariquemes a 3ª Rodada de Negócios – Tambaqui de Rondônia, evento internacional que é realizado no estado desde 2013 com o objetivo de ampliar o mercado para o peixe e fortalecer o vínculo comercial entre piscicultores e empresários. A Rodada é organizado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Suder) em parceria com a Federação do Comércio de Rondônia (Fecomércio) e a Associação Comercial e Industrial de Ariquemes (Acia).



Nesta edição, além de empresários da área de processamento de pescado de várias partes do País, também participam representantes do Peru, Bolívia e África para realizar negócios com os piscicultores.



De acordo com  a  técnica de piscicultura da Suder, Ilse Santos Oliveira, além da busca pelo produto, os empresários também se interessam pela transferência de tecnologia, a exemplo do melhoramento genético do tambaqui produzido em Rondônia.



“Uma das metas da 3ª Rodada de Negócios é aumentar o mercado do pescado em 30% e o preço do peixe em pelo menos 10%” ressaltou.



Ilse lembrou que antes da Rodada de Negócios o pescado de Rondônia era comercializado apenas para Manaus, e hoje é para mais seis estados, alem de atrair investidores em todos os elos da cadeia produtiva.



“Esta ação do governo estadual diversifica a produção do agronegócio, aumenta as divisas econômicas de Rondônia, gera emprego e renda e melhora a qualidade de vida do pequeno produtor”, disse Ilse.



A técnica de piscicultura da Suder,  ainda alertou a população quanto à importância do consumo de peixes, detentores de proteína de altíssima qualidade.



“Além de Rondônia ser o maior produtor de pescado de água doce do País, também se destaca pela qualidade do produto ao alcance da população. O consumo pelo menos duas vezes por semana é  recomendado pela Organização Mundial da Saúde”, citou.



Autor: Secom/RO 


FONTE: O Nortão
leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
mais lidas do mês
Enquete
Como você avalia o nosso portal?

Bom
9 votos - 50.0%

Excelente!
9 votos - 50.0%

Não gostei
nenhum voto - 0%

Razoável
nenhum voto - 0%

facebook
twitter
O Cristão Rondoniense :: Copyright © 2017 ::  Todos os direitos reservados